bancada.pt

Vilafranquense empata em Mafra com Godinho a brilhar na baliza

O Vilafranquense conseguiu hoje um empate a uma bola no terreno do Mafra, em jogo da 16.ª jornada da II Liga de futebol, no qual esteve em destaque o guarda-redes mafrense Godinho, ao defender dois pénaltis.

O Mafra adiantou-se no marcador logo aos 11 minutos, com um golo de João Tavares, num remate colocado de fora da área, e o Vilafranquense conseguiu o empate já na segunda parte, com Wilson (78) a faturar para a equipa de Filipe Moreira.

Com este resultado, a equipa do Mafra falhou o ‘assalto’ ao pódio isolado da prova, mas, ainda assim, com 27 pontos, divide o terceiro lugar da classificação com o Sporting da Covilhã. Já o Vilafranquense não vence há cinco jogos, mas com 16 pontos distanciou-se mais um pouco da zona de despromoção.

O jogo no Municipal de Mafra começou animado e logo aos oito minutos o Vilafranquense deu o primeiro sinal de perigo, num lance de bola parada que ia surpreendendo João Godinho.

Na resposta, aos 11 minutos, o Mafra fez o golo inaugural num remate espetacular de João Tavares do ‘meio da rua’. A bola do avançado mafrense beijou a trave e acabou mesmo no fundo das redes da formação de Vila Franca de Xira, colocando a equipa de Vasco Seabra em vantagem.

Aos 13, o Vilafranquense podia ter empatado o encontro, mas Filipe Oliveira desperdiçou uma grande penalidade cometida por João Godinho e que o próprio guardião do Mafra se encarregou de defender, com uma ‘sapatada’ que enviou a bola para canto.

Pouco depois da meia hora, por duas ocasiões, esteve em evidência Nuno Rodrigues, que podia ter ampliado a vantagem do Mafra. Na primeira, o avançado não acreditou e atirou frouxo ao lado da baliza vilafranquense, e na segunda foi Cássio a conseguir o desarme no último instante, impedindo o remate para o 2-0.

Aos 36 minutos, o Vilafranquense voltou à marca de 11 metros depois de uma mão de Cazonatti na área do Mafra, mas Godinho voltou a vestir a capa de ‘super-herói’ e defendeu o segundo penálti da tarde, desta feita a remate de Pepo.

Depois de uma primeira parte eletrizante, o segundo tempo começou em toada mais morna, com as duas equipas com um futebol atabalhoado.

Foi já no último terço do segundo tempo que o perigo voltou a rondar as balizas e foi o Mafra a abrir as hostilidades, com Paul Ayongo num lance espetacular a receber no peito e a disparar um palmo acima da trave da baliza à guarda de Maringá.

Na resposta, aos 78, o Vilafranquense foi mais eficaz e Wilson fez o empate, aparecendo ao primeiro poste a desviar um cruzamento da esquerda, sem hipótese de reação para Godinho.

Nos últimos instantes, Vasco Seabra apostou em Flávio Silva para desfazer o empate, e o jovem avançado quase que voltava a ser talismã para a formação do Oeste em cima dos 90, num lance em que podia ter ido para a baliza, mas assistiu Nuno Rodrigues e a bola acabou por se perder nas mãos de Maringá.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top