bancada.pt

Sporting luta pelo título reforçando aposta na formação

O Sporting encara a nova época de futebol feminino com uma reforçada aposta na bandeira do clube, a formação, através da qual a treinadora Susana Cova acredita ter soluções para lutar por todos os títulos.

“Sempre que há saídas e entradas, os grupos beneficiam de dinâmicas diferentes. O mais importante é como o setor funciona e a equipa se equilibra”, disse a técnica das ‘leoas’, em declarações à agência lusa.

Susana Cova comentava as saídas das internacionais portuguesas Carole Costa (Benfica), Diana Silva (Aston Villa) e da neozelandesa Hannah Wilkinson, que assinou pelas suecas do Djurgarden.

Apesar das saídas, o clube optou por recorrer à ‘prata da casa’ para enfrentar a época, com a permanência de muitas internacionais lusas: Patrícia Sampaio, Tatiana Pinto, Fátima Pinto, Ana Borges, Ana Capeta, Carolina Mendes, entre outras.

A um grupo experiente e com vários anos de equipa principal, juntou-se a central Mónica Mendes, também internacional, que chega depois de duas épocas no AC Milan, e muitas promessas dos escalões mais novos.

“A Andreia Jacinto, de 17 anos, que esteve na Algarve Cup, a Marta Ferreira, que não entra este ano, mas trabalha com a equipa para estar preparada para o futuro, a Alicia Correia, com muito conhecimento do jogo, a Mariana Rosa…”, apontou a treinadora leonina.

Para Susana Cova é importante lembrar que a formação “caracterizou sempre o clube”: “Se temos qualidade, porque não aproveitar?”, questionou.

Na Liga 2020/21, Susana Cova espera grande “competitividade”, mas com “uma segunda fase mais evidente” e numa Liga em que acredita também que o Famalicão será forte, apesar de o seu treinador (João Marques) mostrar-se comedido.

“Vamos ter uma segunda fase com maior número de jogos de resultado incerto”, adiantou.

Na fase inicial do campeonato, com o Sporting integrado na zona sul, com o rival Benfica, e mais oito equipas, todas à procura de ficarem nos quatro primeiros lugares – de acesso à fase de campeão -, a treinadora espera um ‘mata-mata’ a cada ronda.

“Ou fazemos um jogo ótimo, ou fazemos um jogo ótimo”, brincou a responsável, em alusão ao facto de ser pouca a margem de erro, numa fase com apenas nove jogos, a uma única volta, que os ‘transforma’ em finais.

Na fase seguinte e na expectativa natural de ter o Sporting presente, Susana Cova considera que será o mais regular a ser premiado.

A pandemia da covid-19, que cancelou a anterior edição da Liga, mantém alguma incerteza no rumo dos acontecimentos, mas a treinadora das ‘leoas’ entende que é mais uma situação para um plantel preparado.

“Trabalhar toda a equipa de igual forma, isso é o que controlamos”, explicou.

O Sporting inicia o campeonato no domingo, com a receção ao Amora, em jogo da primeira jornada da primeira fase.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top