bancada.pt

“Sporting já não precisa de um presidente” e tem de “fazer lobby junto da FPF”

Luís Filipe Menezes, antigo presidente do PSD e conhecido adepto dos leões, anda descontente com a situação do emblema do leão e destaca o que, em seu entender, é necessário fazer no clube para que o leão volte ao topo.

“A questão do Sporting só pode ser de governação, liderança e, neste momento, o Sporting já não precisa de um presidente”, disse Menezes, certo de que é necessário fazer alguma coisa perante o estado das coisas.

O ex-presidente do PSD, conhecido adepto dos leões, diz que “durante anos” o emblema verde e branco “precisou de um presidente” mas, neste momento, “precisa de um líder”, “alguém galvanizador”.

“Alguém que faça acreditar, alguém que dê esperança, alguém que tenha disponibilidade para visitar os núcleos, estar com os adeptos, reunir com as claques e elaborar protocolos de trabalho que podem ser inovadores e mostrar que as claques podem ser exemplos para a sociedade.”

Em declarações no programa Conceito Leonino, no Youtube, Menezes disse ainda que o Sporting precisa de “uma equipa” e de enquadrar o seu nível para conquistar títulos.

Além disso, espera que o Sporting possa ter “uma visão para o futebol português”, pois “o futebol português não está bem e há muita coisa que têm de ser mudada radicalmente como a organização das competições ou os direitos televisivos”.

Menezes sublinhou ainda que é necessário “fazer lobby junto da Federação Portuguesa de Futebol para que alguma coisa mude na competitividade internacional de países como Portugal”.

Nestas declarações, o ex-líder do PSD mostrou-se ainda disponível para colaborar para ajudar o Sporting e avisa que não está “a correr por lugares” mas admite, entre alguma boa disposição, que, se lhe pedirem, até “sócios do Sporting no Porto” poderá tentar arranjar e até um centro de estágio para os leões no Norte.

Menezes não afasta a possibilidade de ocupar o cargo de presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, quando os sócios quiserem alguém “isento”.

“Talvez aí eu possa ser [risos]”, disse Luís Filipe Menezes, destacando ser favorável a que Bruno de Carvalho volte a ser integrado dado que “o mais importante é que nunca exista um presidente no futuro [que diga que o é só] porque o Bruno de Carvalho não se pôde candidatar”.

“É por essa razão que defendo que Bruno de Carvalho volte. Se ele voltar, não quer dizer que volte a ser presidente. É a possibilidade dele voltar às urnas.”

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top