bolanarede.pt

SL Benfica 7-3 FC Porto: Águias goleiam no regresso do hóquei nacional

A CRÓNICA: HABEMUS HÓQUEI, MAIS DE SEIS MESES DEPOIS

O Pavilhão da Luz recebeu, este sábado, o primeiro toque de stick e os patins rolaram para o início da nova temporada da I Divisão do hóquei em patins português. O encontro que abriu as hostilidades foi logo um clássico da modalidade entre o SL Benfica e o FC Porto. No final do jogo, o placard marcava o resultado de 7-3.

Nos primeiros minutos, as duas equipas estavam pouco atrevidas. Águias e os dragões limitaram-se a estudar as estratégias contrárias e criaram poucas oportunidades. Apesar disso, aos seis minutos, Valter Neves quebrou o gelo e marcou o primeiro golo da nova temporada.

Depois de estar em desvantagem, os azuis e brancos podiam ter chegado ao empate em diversas ocasiões, mas encontraram um Pedro Henriques inspirado na baliza encarnada. Entretanto, no espaço de dois minutos, Gonçalo Pinto bisou e estendeu a vantagem do SL Benfica na partida.

Ainda antes do intervalo, o FC Porto reduziu pelo intermédio de Xavi Barroso, mas Lucas Ordoñez voltou a colocar a diferença nos três golos. Os primeiros 25 minutos foram recheados de ação das duas equipas, com o resultado fixado no 4-1 a favorecer a equipa da casa.

Fonte: Carlos Silva/Bola na Rede

A segunda parte começou como terminou a primeira, com o domínio dos lisboetas. Carlos Nicolia fez o quinto golo e expôs ainda mais as dificuldades dos portistas na abordagem ao jogo. O sexto chegou pela batuta de Lucas Ordoñez, que bisou com um golo que levantaria o pavilhão caso houvesse público nas bancadas.

Pouco depois, foi a vez de Carlos Nicolia bisar. O FC Porto fechou o resultado marcando o segundo e terceiro golos pelos sticks de Xavi Barroso (que também bisou) e Gonçalo Alves. Os 50 minutos do jogo foram marcados pelo domínio da equipa da casa e as lacunas dos visitantes, que nunca estiveram em vantagem na partida.

 

A FIGURA

Fonte: Carlos Silva/Bola na Rede

Pedro Henriques – O guarda-redes do SL Benfica garantiu a vantagem nos primeiros minutos do jogo e lançou a sua equipa para a grande vitória que foi adquirindo no encontro. Dois dos golos que sofreu foram já nos momentos finais e não mancham a grande exibição que fez. Menção honrosa para Carlos Nicolia e Lucas Ordoñez.

 

O FORA DE JOGO

Fonte: Carlos Silva/Bola na Rede

 

Exibição do FC Porto – Os primeiros momentos de jogo prometeram muito, mas os dragões não estiveram inspirados todos os 50 minutos. O resultado desnivelado foi o espelho da falta de qualidade e a pouca ambição dos visitantes.

 

ANÁLISE TÁTICA – SL BENFICA

Os encarnados atacaram sempre com três homens, deixando um defesa pronto para qualquer contra-ataque. Na parte defensiva, a pressão foi uma constante durante todo o jogo. Começaram a vencer bastante cedo e apesar de sofrerem golos contaram com uma exibição inspirada do guarda-redes a ajudar na vitória folgada.

CINCO INICIAL E PONTUAÇÕES

Pedro Henriques (8)

Diogo Rafael (7)

Lucas Ordoñez (8)

Carlos Nicolia (7)

Valter Neves (7)

SUBS UTILIZADOS

Danilo Rampulla (-)

Eduard Lamas (6)

Gonçalo Pinto (8)

Sergi Aragonez (-)

 

ANÁLISE TÁTICA – FC PORTO

A pouca pressão aos jogadores encarnados foi fatal. A defesa acabou por ser a chave da goleada, mas mesmo na vertente ofensiva faltaram argumentos para combater a excelente exibição adversária. Gonçalo Alves e Xavi Barroso foram os mais interventivos na equipa de Guillem Cabestany.

CINCO INICIAL E PONTUAÇÕES

Xavier Crossas (6)

Poka (5)

Rafa (6)

Reinaldo Garcia (6)

Gonçalo Alves (7)

SUPLENTES UTILIZADOS

 Giulio Cocco (5)

Ezequiel Mena (6)

Xavi Barroso (7)

 

O conteúdo SL Benfica 7-3 FC Porto: Águias goleiam no regresso do hóquei nacional aparece primeiro em Bola na Rede.

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top