Visão de Mercado

Sevilla volta a vencer a Liga Europa; Inter desperdiçou duas boas oportunidades na 2.ª parte; Lukaku falhou o 3-2 e ainda confirmou o tento da equipa de Lopetegui; Foi a 6.ª vez que os andaluzes conquistaram a prova nos últimos 15 anos

Imagem: Daily Mail

Liga Europa começa a ser sinónimo de Sevilha. Os andaluzes voltaram a não vacilar (pleno em finais, sendo a 6.ª conquista europeia em 15 anos) e pelo percurso e qualidade de jogo fizeram por merecer esta conquista. Lopetegui já tinha levado a equipa ao 4.º na La Liga e soma aqui o seu primeiro troféu europeu de clubes, sendo que Monchi também volta a vencer depois de regressar para liderar o futebol. Por outro lado, o Inter continua em branco desde 2011 e perde aqui uma grande oportunidade. Os Nerazzurri entraram a vencer, mas pecaram no capítulo defensivo, nomeadamente no jogo aéreo e bolas paradas, e, além disso, acabaram por não conseguir concretizar as ocasiões criadas no 2.º tempo. Lukaku foi o herói da temporada, mas, apesar de ter aberto o activo, fica ligado ao desaire ao desperdiçar na cara de Bono (decisivo nesta campanha) e ao “empurrar” para a sua baliza a bicicleta de Diego Carlos, que acabou por ser herói depois de sofrer muito defensivamente. Nota também para mais uma exibição dos laterais Jesús Navas e Reguilón, enquanto Luuk de Jong foi o grande protagonista. O holandês já tinha resolvido na meia-final a vir do banco e respondeu da melhor forma à aposta de Lopetegui com dois golos à ponta de lança. 

O Sevilha bateu o Inter por 3-2 e conquistou a 6.ª Liga Europa do seu historial (todas nos últimos 15 anos). Os Nerazzurri saíram na frente, com um pénalti sofrido e convertido por Lukaku, aos 5 minutos, mas o Sevilha deu a volta com um bis de Luuk de Jong. Ainda no 1.º tempo, Godín fez o 2-2 na sequência de um livre batido por Brozovic. No 2.º tempo, Bono negou o 3-2 a Lukaku, que viria a estar ligado ao golo da vitória da turma de Lopetegui. Numa bicileta de Diego Carlos, o belga empurrou a bola para o fundo da baliza. Até final, o conjunto de Conte procurou chegar à igualdade, mas Moses e Alexis não conseguiram bater Bono.

XI Sevilla: Bono; Jesús Navas, Koundé, Diego Carlos, Reguilón; Fernando, Jordán, Banega; Suso, Ocampos e Luuk De Jong
XI Inter: Handanovic; Godín, De Vrij, Bastoni; D’Ambrosio, Barella, Brozovic, Gagliardini, Young; Lautaro Martínez e Lukaku

O post Sevilla volta a vencer a Liga Europa; Inter desperdiçou duas boas oportunidades na 2.ª parte; Lukaku falhou o 3-2 e ainda confirmou o tento da equipa de Lopetegui; Foi a 6.ª vez que os andaluzes conquistaram a prova nos últimos 15 anos aparece primeiro no Visão de Mercado.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top