bancada.pt

“Será um jogo mais fechado, com marcações e pouco espaço”, antecipa Luís Freire

O treinador Luís Freire disse hoje querer um Nacional dinâmico, concentrado e com vontade de vencer, na receção ao Belenenses SAD, em jogo da terceira jornada da I Liga portuguesa de futebol.

“O Belenenses tem dois sistemas táticos, com uma capacidade grande de pressionar o adversário. É uma equipa aguerrida e concentrada e que já ganhou em Guimarães e não foi por acaso. Tem jogadores rápidos na frente e agressividade no meio-campo”, referiu.

Freire adiantou ainda que a equipa orientada por Petit por “jogar com três centrais, ganha uma grande dimensão física, projetando muito os laterais”, ressalvando que “a derrota com o Famalicão foi por pormenores”.

Luís Freire assumiu estar identificado com o adversário e preparado para as dificuldades, mas, para contornar os problemas que serão colocados, deseja um conjunto com mobilidade e dinâmica, para criar os espaços de finalização.

“No último jogo provámos ter capacidade defensiva, mas cada jogo é um jogo. O Boavista (3-3) obrigou-nos a nos expor e foi tremendamente eficaz. O Farense foi uma equipa mais física e que utilizava muito os corredores laterais, onde nos conseguimos defender muito melhor”, analisou.

Apesar de tudo, antevê que o jogo seja mais fechado, do que o com o Boavista.

“O Belenenses tem um sistema mais defensivo, não metendo tanta gente no ataque. Será um jogo mais fechado, com marcações e pouco espaço”, prevê.

Questionado relativamente ao aproximar do fecho do mercado, Luís Freire afirmou não estar prevista qualquer aquisição, mas deixa tudo em aberto, pois, como disse, “até fechar, nunca se sabe o que acontece, para lado nenhum”.

Quanto às situações de Arabidze e Marcelo Freitas, assegurou que neste momento conta com eles.

O Nacional, ainda invencível na prova, conta com um empate caseiro com o Boavista (3-3) e uma vitória no Estádio do Algarve ante o Farense (1-0). Por seu turno o Belenenses SAD venceu no Estádio D. Afonso Henriques o Guimarães (1-0), perdendo na última jornada no Estádio do Jamor com o Famalicão (2-1).

“São dois jogos apenas. Estamos mesmo no início do campeonato”, afirmou, acrescentando que o Nacional continua “a ser uma equipa que trabalha com alegria, com vontade e com uma motivação alta, tendo o foco na preparação dos jogos e com máxima responsabilidade”.

O Nacional, quarto com quatro pontos, recebe domingo, no Estádio da Madeira, no Funchal, a partir das 15:30, Belenenses SAD, nono, com três pontos, em partida relativa à terceira jornada da I Liga portuguesa de futebol, que será arbitrada por Vítor Ferreira da AF de Braga.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top