bancada.pt

Rio Ave surge com novo ‘timoneiro’ e objetivo de superar prestação histórica

O Rio Ave entra na edição 2020/21 da I Liga com o ambicioso objetivo de superar a melhor marca pontual da história do clube, alcançada na época passada, e repetir a qualificação para as provas europeias.

A meta foi traçada pelo novo técnico dos vila-condenses, o português Mário Silva, que chegou dos espanhóis do Almeria, recebendo como herança do seu antecessor Carlos Carvalhal, que rumou para o SC Braga, um histórico registo de 55 pontos, que deu direito ao quinto lugar no campeonato, e uma vagas nas eliminatórias de acesso à fase de grupos da Liga Europa.

O desafio de Mário Silva nesta nova era do Rio Ave fica dificultado com perda de dois elementos preponderantes na época passada, após a saída do iraniano Taremi para o FC Porto, depois de ter apontado 21 golos em 37 jogos, e do extremo Nuno Santos, para o Sporting.

Apesar de serem importantes ativos em termos desportivos, os dois jogadores renderam aos cofres do emblema vila-condense cerca de oito milhões de euros (ME) com as suas transferências, uma cifra considerável tendo em conta que o orçamento anual do clube ronda os 10 ME.

Para colmatar essas duas saídas, e outras não tão expressivas como do guarda-redes Paulo Vítor (Desportivo de Chaves), Diogo Figueiras e Al Musrtati (SC Braga) ou Najdack (Grasshoppers), o conjunto de Vila do Conde fez algumas contratações ‘cirúrgicas’.

Destaque para as chegadas do médio Francisco Geraldes, do Sporting, e do avançado André Pereira, do FC Porto, mas também para os empréstimos garantidos do defesa português Ivo Pinto, do Dínamo Zagreb, e do médio japonês Ryotaro Meshino, no Manchester City.

Os vila-condenses continuam atentos ao ‘mercado’, esperando ainda a chegada de, pelo menos, um médio de características defensivas.

Apesar dessas mexidas, o trunfo do Rio Ave parece continuar a ser manutenção da base da equipa, pautada pela experiência de elementos como Kieszek, Santos, Filipe Augusto, Tarantini, Diego Lopes ou Carlos Mané.

A adaptação do grupo às novas ideias do técnico Mário Silva foi ensaiadas em três jogos de preparação feitos nesta pré-epoca, frente a Marítimo (empate), Paços de Ferreira (triunfo) e Nacional (derrota).

Estes desafios serviram de teste para estreia competitiva da equipa, já esta quinta-feira, na segunda eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga Europa, fora de casa, frente aos bósnios do FK Borac.

Caso supere esta ronda, disputada a uma só mão, o Rio Ave já sabe que, na fase seguinte, irá medir forças com os turcos do Besiktas, também fora de casa.

A estreia na edição 2020/21 do campeonato está marcada domingo, numo terreno do Tondela.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top