bancada.pt

Público voltou ao futebol para ver um nulo entre Santa Clara e Gil Vicente

Santa Clara e Gil Vicente empataram hoje 0-0, em Ponta Delgada, na terceira jornada da I Liga de futebol, naquele que foi o primeiro encontro profissional da época com público, na sequência da pandemia de covid-19.

Este empate interrompeu o arranque vitorioso do Santa Clara no campeonato (após vitórias diante de Marítimo e Sporting de Braga) e soma assim sete pontos, que o deixa, provisoriamente, no primeiro lugar.

Já o Gil Vicente somou o quarto ponto (venceu o Portimonense) em dois jogos, num jogo com uma primeira parte bem disputada e uma segunda sem grande história.

Seis meses depois, e após a covid-19 ter afastado as pessoas dos estádios de futebol, o eco do silêncio das bancadas voltou a ser substituído por gritos, palmas e até assobios dos adeptos.  

Para a história, fica a presença de 878 espetadores – eram permitidos 1.000-, todos com máscara e separados entre si por cinco cadeiras, no jogo que serviu de ensaio para o regresso de público aos eventos desportivos.

No relvado, a primeira parte foi equilibrada, bem disputada, com as duas equipas a lutarem pela iniciativa de jogo.

Desde o primeiro minuto que o Gil Vicente pressionou alto, mas sem perder a organização defensiva, enquanto o Santa Clara, com algumas dificuldades na construção de jogo, conseguiu criar perigo através de lances de bola parada.

Aos sete minutos, o Gil Vicente esteve perto do golo, através de Leauty. O avançado gilista aproveitou o espaço concedido pela defensiva açoriana, rematou forte, mas a intenção esbarrou na trave da baliza de Marco.

Através de dois cantos seguidos (aos 26 e 27 minutos), o Santa Clara esteve perto do golo em dois lances praticamente iguais. Canto de Salomão, cabeceamento forte de Carlos Júnior ao primeiro poste e defesa atenta de Denis. Um minuto depois, a mesma sequência e o marcador permaneceu inalterado.

Aos 30 minutos, Carlos Júnior até marcou, os adeptos celebraram e bola voltou ao círculo central do terreno. Mas o árbitro Iancu Vasilica após ouvir o videoárbitro anulou o golo por fora de jogo do avançado brasileiro do Santa Clara.

A segunda parte voltou a ser equilibrada, mas foi escassa em oportunidades de golo. O Santa Clara, com mais posse de bola, não conseguia penetrar na defensiva do Gil Vicente, que não cedeu um milímetro na organização.

Lá na frente, Thiago Santana, batalhou para se ver livre dos defesas adversários e procurava, sempre que possível, almejar a baliza gilista. Aos 73 minutos, o avançado rematou para uma defesa atenta de Denis.

Com o passar do tempo, o Gil Vicente equilibrou na posse de bola, mas, ao contrário do primeiro tempo, ambas as equipas parecerem pouco inspiradas e o 0-0 final acabaria por espelhar o que se passou em campo.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top