bancada.pt

Portugal e Espanha no confronto 40 em Alvalade, dois anos depois do Mundial

Portugal e Espanha voltam a encontrar-se dois anos depois do emocionante duelo no Mundial de futebol de 2018 (3-3), desta vez num particular em Alvalade, naquele que será 40.º confronto num longo historial entre as duas seleções ibéricas.

Entre jogos oficiais e particulares, a seleção portuguesa tem um balanço globalmente negativo face à Espanha, com apenas oito vitórias em quase um século de encontros, embora da última vez, na fase de grupos do Campeonato do Mundo da Rússia, tenha alcançado um empate, muito graças a um ‘hat-trick’ de Cristiano Ronaldo.

Em Sochi, o ‘capitão’ de seleção nacional foi determinante, mais uma vez, no arranque da competição, num resultado que permitiu Portugal alcançar mais tarde o apuramento para os oitavos de final, em que viria a cair perante o Uruguai (2-1).

O outro embate em Mundiais tinha acontecido na África do Sul, em 2010, nos ‘oitavos’, com um golo de David Villa, na segunda parte, e enviar a equipa de Carlos Queiroz mais cedo para casa.

Em Europeus, Portugal somou um triunfo, no ‘seu’ Euro2004, em jogo da fase de grupos. Em Alvalade, no dia 20 de junho, um golo de Nuno Gomes, aos 57 minutos, apurou o ‘onze’ de Scolari para os quartos de final e eliminou os espanhóis.

Depois disso, em 2012, as duas formações voltaram a encontrar-se num jogo decisivo, desta vez a valer o ‘passaporte’ para a final do Europeu, e a Espanha impôs-se, no desempate por grandes penalidades (4-2), após 120 minutos sem golos.

O primeiro embate em fases finais do Europeu também terminou empatado, em 1984, em França. António Sousa adiantou a formação das ‘quinas’, mas Carlos Santillana restabeleceu a igualdade (1-1). As duas equipas acabaram por apurar-se para as ‘meias’.

Juntando os restantes jogos oficiais, a Espanha ganha ainda maior vantagem, pois superou Portugal na qualificação para os Mundiais de 1934 e 1950, em ambos os casos numa eliminatória única a duas mãos: 9-0 em casa e 2-1 fora, na primeira ocasião, e 5-1 em casa em 2-2 fora, na segunda.

O saldo total, no que se refere aos nove jogos a ‘sério’, é, assim, favorável aos espanhóis, que somam quatro vitórias, quatro empate e uma derrota, com 23 golos marcados e nove sofridos.

Nos particulares, Portugal também está igualmente em desvantagem, com o total dos 39 encontros a ditar oito triunfos lusos, 17 espanhóis e 14 igualdades, sendo que a ‘roja’ soma mais 31 golos marcados (78 contra 47).

O último, em 17 de novembro de 2010, acabou, porém, com goleada lusa no Estádio da Luz, em Lisboa, onde o ‘onze’ de Paulo Bento venceu os então campeões mundiais e europeus em título por 4-0, com tentos de Carlos Martins (45 minutos), Hélder Postiga (49 e 68) e do suplente Hugo Almeida (90+3).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top