bolanarede.pt

«O SL Benfica é mais estável devido ao trabalho de Bruno Lage» – Entrevista a Luís Castro (Parte II)

1.ª PARTE DA ENTREVISTA DISPONÍVEL AQUI

Com a eliminatória frente ao SL Benfica à porta, Luís Castro fala em exclusivo com o Bola na Rede para fazer a antevisão do encontro. O técnico do FC Shakthar deixa muitos elogios à equipa encarnada e, em particular, a Bruno Lage. Um conteúdo exclusivo do nosso site só para ti.

– O embate com o SL Benfica –

«SL Benfica conhece bem os caminhos que deve percorrer debaixo de uma pressão mais alta».

Bola na Rede: O FC Shakthar tem a conquista da Taça UEFA em 2009 como o seu grande feito europeu. Sonha com um novo feito neste ano, desta vez a Liga Europa?

Luís Castro: Não sonho com nada. Dia-a-dia, tema a tema, reunião a reunião, treino a treino… No geral, todos quantos estão na Liga Europa pensam que podem seguir em frente na Liga Europa. O objetivo passa por ultrapassar cada eliminatória e mal do treinador que não pense assim.

BnR: No ano passado, o SL Benfica de Bruno Lage fez muita “rotação” de jogadores na Liga Europa. O Luís espera um SL Benfica em rotação para o jogo com o Shakthar?

LC: Isso é a vida do Bruno Lage. Eu sei da minha vida e às vezes não dominamos por completo o que se passa. Nunca me atreverei a colocar-me na cabeça dos meus colegas. Não sei o que vai fazer… Sei qual é a equipa-base do Benfica. Vlachodimos, André Almeida, Ferro, Rúben Dias e Grimaldo. Weigl, Gabriel e Chiquinho. Pizzi, Cervi e Vinícius… Ou Seferovic. Ok, esta é a base. Agora, se muda um, dois, três ou quatro… Isso já vai ser com o Bruno. Acho que é importante, mais do que andarmos a falar de jogadores, analisar como o treinador pensa o jogo. É muito mais importante pensar na forma como o Bruno Lage pensa o jogo do que pensar nos jogadores que o Bruno vai colocar em jogo.

Um  SL BENFICA A VENCER A LIGA EUROPA PODE VALER 31€ POR CADA EURO.
NÃO DEIXES PASSAR ESTA OPORTUNIDADE E APOSTA JÁ NA BET.PT!

BnR: E pegando precisamente na forma como Bruno Lage pensa o jogo… No ano passado foi o primeiro a defrontar o atual treinador do SL Benfica naquele duplo-encontro em Guimarães (Campeonato e Taça de Portugal). O que é que sentiu que mudou com Bruno Lage?

LC: A capacidade que o SL Benfica tem para sair de baixo de uma pressão mais alta, algo que não evidenciou nos primeiros momentos de vida do Bruno enquanto treinador do SL Benfica. Agora, é uma equipa que conhece bem os caminhos que deve percorrer debaixo de uma pressão mais alta e que sabe também descobrir os melhores caminhos quando tem o adversário num bloco mais baixo. É uma equipa mais estável, devido ao trabalho que o Bruno tem desenvolvido.

Luís Castro destaca que a estabilidade atual do SL Benfica se deve ao trabalho de Bruno Lage 
Fonte: SL Benfica

BnR: Provavelmente, esta eliminatória é uma das mais aguardadas da Liga Europa, uma vez que são duas equipas com muitos argumentos e com muita qualidade. Olhando para a valia das duas equipas, acha que se aplica a velha máxima de que não há favoritos, ou há uma equipa que se pode considerar favorita para este encontro?

LC: Estamos a tocar num ponto que não é decisivo para o jogo. Eu posso dizer que tenho 100% de hipótese de seguir em frente. E diz o Bruno: “Não, eu é que tenho 100%” (risos). Normalmente, nós, treinadores, dizemos 50-50 para não acicatar o outro nem nos penalizarmos a nós. Ficamos ali muito low profileNenhum treinador diz 55% ou 60% e, por isso, fica tudo bem por aí. Não temos favoritos, claro que não. É um jogo de futebol entre duas equipas que vêm da Champions. São duas boas equipas, recheadas de jogadores de seleção.

BnR: Então… É isso mesmo. Vamos fugir a essa questão dos favoritos. Olhando para setores e para a qualidade individual das duas equipas, acha que existe uma igualdade qualitativa entre os dois plantéis ou existem diferenças assinaláveis entre as duas equipas?

LC: Não sei… Temos um Grimaldo e um André Almeida e do outro lado temos o Bolbat, da seleção ucraniana, o Dodô, da seleção olímpica brasileira e, do lado esquerdo, o Ismaily. Grande nível de um lado e do outro. Chegamos aos centrais… Kryvtsov e Matvienko, que são centrais da seleção ucraniana, mas, do outro lado, temos centrais de seleção portuguesa. Ok, temos boas linhas defensivas. Depois, de um lado, temos o ataque do Shakthar, que anda muito à volta de Taison, Júnior Moraes e Marlos ou Tetê. Destes três, dois da seleção ucraniana (Marlos e Moraes) e o Taison, também já com presença na seleção brasileira. No Benfica, temos um Cervi num grande momento, o Pizzi na seleção portuguesa e o Seferovic na seleção da Suíça… Ou também um Vinícius num grande momento. Também por aqui podem desmontar o que quiserem e não chegamos a lado nenhum. Vamos ao meio: Stepanenko na seleção ucraniana, Alan Patrick com uma história e um rasto de carreira que todos sabem, Viktor Kovalenko… Ou o Marlos a jogar dentro ou fora, vamos ver… Portanto, outra linha média boa. Depois, Weigl, Gabriel e Chiquinho, ou seja, outra linha média boa. Pesando tudo isto: um grande jogo em perspetiva.

Taison venceu o prémio de melhor jogador da Ucrânia em 2019 e é uma das principais ameaças do Shakhtar
Fonte: FC Shakhtar

BnR: O FC Shakthar vem de uma pausa de inverno, enquanto que o SL Benfica teve pouco descanso. Quem sai mais beneficiado desta situação?

LC: Não consigo ser adivinho, sinceramente. Sei que esse tema vai ser desenvolvido pela imprensa, vai ser muito debatido e não vamos chegar a nenhuma conclusão. Claro que seria bom para nós se tivéssemos jogos mais competitivos, mas o facto de não termos não diminui a nossa capacidade. E o SL Benfica, por jogar mais, até pode ser afetado por duas ou três lesões ou ter alguém que não esteja no seu melhor… Mas eu não olho para o jogo nessa perspetiva e isso não me preocupa minimamente. Nós temos sete/oito jogos pela frente até à competição e vamos tentar estar ao nosso melhor nível nesses jogos para aumentar as nossas capacidades, sabendo que vamos ter um SL Benfica muito competitivo pela frente. Não podemos fazer nada quanto a isso e, por isso, não nos devemos preocupar. Não posso dizer ao Benfica: “Olha, nós estamos parados, parem vocês também que é para ficarmos iguais”. Não podemos e é o que é.

Entrevista realizada por Mário Cagica Oliveira e André Conde

Foto de Capa: FC Shakhtar

Artigo revisto por Inês Vieira Brandão

O conteúdo «O SL Benfica é mais estável devido ao trabalho de Bruno Lage» – Entrevista a Luís Castro (Parte II) aparece primeiro em Bola na Rede.

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top