bancada.pt

“Não me intimidam com mensagens ou contato com meus filhos ou familiares”

Luciano Gonçalves, presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF), complementou com um texto nas redes sociais a resposta que tinha dado ao presidente do Benfica, depois de Luís Filipe Vieira o ter desafiado a revelar o teor de algumas mensagens.

Numa primeira reação, o dirigente da APAF afirmou que, “ao contrário de outros dirigentes“, não precisa do futebol para viver. Depois, com um texto no Facebook, acrescentou: “Não recebo recados, nem ando a toque”.

“O respeito, os valores e os princípios não se compram com dinheiro ou posição social, ou se nasce e se cultiva ou não existem… Não pode valer tudo”, começou por escrever.

Lembrando que está no futebol “desde os 14 anos”, Luciano Gonçalves afirmou que se prejudicou “financeiramente para cá andar”, mas rejeitou estar “agarrado ao lugar”.

“A minha vantagem é que quando eu entender que não vale a pena continuar a lutar pelo que acredito, ou seja, um futebol melhor para os nossos filhos e netos, eu vou embora, volto à minha vida, sei fazer outras coisas, sei viver noutro mundo, pois foi daí que vim, sei o que é andar nas obras, sei o que é viver com tostões para sustentar os filhos, sei andar a trabalhar de roupa suja”, sustentou.

Já no final do texto, o presidente da APAF deu a entender que tem recebido ameaças e que os filhos têm sido abordados por pessoas com “outros objetivos”.

“Aviso já que não tenho medo, não me intimidam com mensagens, telefonemas ou contato com meus filhos ou familiares e se o objetivo é outro… acabaram de me motivar mais ainda a continuar”, concluiu Luciano Gonçalves.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top