bancada.pt

“Não estava mais nervoso”. Simão recorda penálti no Bessa

Há 15 anos, Simão Sabrosa marcava no Bessa, de penálti, e permitia ao Benfica vencer o campeonato de 2004/05 e terminar com o mais longo jejum da história do clube.

Ao recordar o momento, para a BTV, o antigo extremo garantiu que não acusou a responsabilidade, frisando que o nervosismo foi o habitual.

“Não estava mais nervoso. Marcar um penálti é sempre muito difícil, os mais decisivos são sempre mais difíceis. Eu baseava-me muito na minha concentração. A minha respiração era fundamental”, explicou.

Simão contou então que trabalhou com um psicólogo, Pedro Almeida, para controlar a tensão.

“Ele ajudou-me muito em bolas paradas. O facto de respirar antes era essencial. A partir do momento em que colocava a bola, respirava fundo e parece que não havia mais ninguém no estádio, só o guarda-redes”, continuou.

Quando cobrava um penálti, Simão escolhia o lado assim que partia para a bola.

“Quando fazia a típica paradinha, se o guarda-redes não se mexesse mandava para o lado que já tinha escolhido. Se se mexesse, chutava para o lado contrário”, descreveu.

Depois de falar na paradinha, o ex-jogador explicou como a executava.

“A técnica de remate era muito importante. Se virmos a percentagem de penáltis que são batidos a meia altura, se o guarda-redes adivinhar defende quase sempre. Se fosse do lado direito do guarda-redes, a bola teria de sair com curva a fugir, se fosse para o lado contrário teria de ser pelo chão”, concluiu.

Com o empate na visita ao Boavista (1-1), o Benfica venceu o 31.º campeonato, o primeiro da presidência de Luís Filipe Vieira, após o mais longo jejum na história do clube, com 11 anos sem vencer a principal competição nacional.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top