bancada.pt

“Ninguém fica com o título ou ganham os dois”. A ideia de Freitas Lobo

Luís Freitas Lobo, um dos mais icónicos comentadores de futebol em Portugal, entende que, nesta fase em que as competições estão paradas devido ao Covid-19, não é possível antecipar um cenário sobre quando vai regressar o campeonato e se a edição 2019/20 será retomada. Assim sendo, deixa um desafio aos adeptos e entidades responsáveis sobre o campeão nacional.

“Faço-vos um desafio: vamos supor que não há mesmo mais campeonato. Duas soluções para esta comunidade futebolista escolher: ninguém fica com o título ou ganham os dois”, refere o comentador, em artigo de opinião no jornal ‘O Jogo’.

Perante uma “situação nunca imaginada”, Freitas Lobo considera que “seja qual for a decisão, ela não irá ser a ideal”, até porque “essa não existe”.

O comentador salienta ainda que, na eventualidade da época não ser retomada (a propagação da pandemia tem a palavra decisiva nesta fase), entregar o título “a quem está em primeiro justifica-se por um percurso longo já feito”.

Certo é que Freitas Lobo entende esta situação como “uma lição de vida” que o mundo dá.

“Não existir campeão seria como uma lição ainda maior para todos que têm tornado o futebol num terreno bélico com o ‘conceito avençado de ódio’ como forma de vida”.

As competições de futebol estão na sua grande maioria paradas, entre os quais a Liga portuguesa, onde, apesar da quarentena de muitos jogadores e adeptos, já se pensa num regresso à competição ou em formas de se encontrar o campeão nacional, na eventualidade das provas não serem retomadas.

Pinto da Costa tem solução “para agradar aos papagaios e cartilheiros de Lisboa”, isto numa fase em que o Benfica estará no terreno a recolher pareceres jurídicos, para verificar se há sustentação na teoria de que o campeão seja determinado com os jogos da primeira volta, apenas.

O jurista e advogado Jerry Silva, mestre em Direito do Desporto pela Universidade Lusíada, especializado em Desporto Profissional pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, antecipou ao Bancada tempos em que os clubes vão tentar fazer valer os seus argumentos jurídicos, se a Liga não for retomada, e antecipa uma “casa de muita ralha e pouca razão”.

A Liga portuguesa tem 24 jornadas já disputadas, faltando 10 para o término da competição. Nesta altura, o FC Porto comanda a tabela com mais um ponto que o Benfica, sendo que no terceiro lugar segue o SC Braga a 13 pontos dos encarnados.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top