bancada.pt

“Muitos vão sofrer financeiramente, mas o Benfica está numa situação ímpar”

O Benfica poderá avançar com um pedido de revogação da oferta pública de revogação (OPA), à sua sociedade anónima desportiva, segundo adiantou o Jornal Económico na última sexta-feira.

Como tal, o economista Camilo Lourenço afirma que, caso seja essa a opção do clube encarnado, que a decisão é “sensata”.

“Quando foi lançada, havia muita gente a questionar o lançamento de gastar liquidez nesta operação. Agora, com os mercados em rebuliço, parece-me sensato que não se embarque numa aventura destas”, começou por explicar Camilo Lourenço ao jornal O Jogo.

“Sem competição e face à incerteza do que irá suceder com as grandes fontes de receita, é muito avisado não empregar liquidez numa operação que não é essencial e guardá-la para o futuro”, acrescentou.

Face ao surto de Covid-19 em Portugal, os clubes podem sofrer perdas incalculáveis a nível financeiro, mas, de acordo com Camilo Lourenço, o Benfica está numa situação ímpar em Portugal.

“Muitos vão sofrer, e até já se fala de baixar salários. Agora, como é habitual nos cataclismos, quem tem liquidez sai sempre por cima. O Benfica está numa situação ímpar. Como não precisa de vender poderá gerir os seus investimentos em reforços e fazer contratações em mercados habitualmente mais difíceis”, conferiu.

Finalmente, o especialista em Economia indicou que, nesta altura invulgar no panorama mundial, é necessário “lamber feridas”.

“Será uma altura em que os mercados estarão numa posição difícil e muitos investidores vão estar a ‘lamber feridas’. É, sim, uma altura para conter estragos”, finalizou.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top