bolanarede.pt

Moreirense FC 1-1 Boavista FC: Xeque-mate nulo

A CRÓNICA: CHUVA DE OPORTUNIDADES PENDE PARA UM EMPATE

O Moreirense FC recebeu o Boavista FC, no Estádio Comendador Almeida Freitas, numa partida que abriu a terceira jornada da Primeira Liga e terminou num resultado consolidado num empate 1-1.

O jogo abriu com intensidade e com muitas oportunidades de golo para ambas as equipas. Logo no segundo minuto da partida, a primeira oportunidade flagrante de golo foi dos boavisteiros, que, após dois ressaltos da bola, podiam ter aberto o marcador por Angel Gomes. Dois minutos depois, Paulinho também quis fazer o gosto ao pé, mas o remate foi demasiado forte e passou por cima da trave da baliza defendida por Pasinato.

A primeira oportunidade clara de golo para o Moreirense surgiu aos cinco minutos.  Numa perda de bola de Léo Jardim, Alex Soares tentou a sua sorte perante o guarda-redes, mas foi infeliz.

O golo surgiu aos oito minutos da primeira parte. Depois de uma perda de bola imperdoável de Filipe Soares, a jovem promessa Angel Gomes aproveitou o erro do meio-campista do Moreirense e brilhou com um golo de bandeira do meio do campo.

Em resposta, aos 29 minutos e na sequência de um canto, Pedro Nuno rematou para o fundo da baliza defendida por Léo Jardim, mas o golo que empataria a partida foi invalidado por fora de jogo.

Na sequência de uma falta claríssima de Rosic sobre Angel Gomes a centímetros da grande área, Nuno Santos tem a última oportunidade da primeira parte para dilatar a vantagem do Boavista no marcador.

No retorno do intervalo, o Moreirense atacou com tudo o que tinha. Ao minuto 63, tivemos um grande momento por parte dos verdes e brancos: tiro certeiro na trave da baliza do Boavista, defendida por Léo Jardim. No seguimento da jogada, foi marcada uma grande penalidade a favor do Moreirense. Fábio Abreu não desperdiçou a oportunidade e conseguiu igualar o marcador. Lia-se 1-1 aos 65 minutos do encontro.

Já no último quarto de hora, Nuno Santos cruzou, mas muito intensamente numa jogada de potencial golo da vantagem para os comandados de Vasco Seabra. Na resposta e numa arrancada de Walterson, David Tavares não conseguiu aproveitar para concretizar na cara de Léo Jardim.

Já a cinco minutos do final do jogo, Pasinato faz uma defesa incrível a um remate fortíssimo de Nathan. O brasileiro rematou a uma curta distância e o guarda redes no Moreirense impediu o golo quase cantado do Boavista.

Nos cinco minutos de compensação dados por Manuel Mota, pouco se jogou e persistiu o empate no encontro, apesar da oportunidade fulcral para o Moreirense quase no apito final do encontro.

 

A FIGURA 

Angel GomesFoi mais uma exibição soberba do jovem inglês de 20 anos que tem brilhado pelos axadrezados do Boavista. A sua prestação no encontro culminou num golo inigualável, logo no início da partida. Chegou há pouco tempo ao campeonato português, provindo de empréstimo, mas demonstra uma qualidade imensa que se deve aproveitar para ver enquanto cá permanece.

 

O FORA DE JOGO

Rosic – A exibição do central sérvio deixou um pouco a desejar, sendo que vimos um Rosic diferente daquilo a que já habituou o público português. A juntar a isso, foi o jogador boavisteiro a cometer a falta que levou à grande penalidade assinalada a favor do Moreirense.

 

ANÁLISE TÁTICA – MOREIRENSE FC

Ricardo Soares foi a jogo com o típico 4-4-2 que tem apresentado desde o início do campeonato. Com Pasinato a defender as redes dos verdes e brancos, Rosic e Steven Vitória seguraram a defesa a nível central. A novidade veio com Filipe Pires, extremo brasileiro, que trouxe um novo ar ao ataque da equipa de Moreira de Cónegos, ao fazer dupla com o português Fábio Abreu.

 

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Pasinato (6)

D’Alberto (6)

Rosic (4)

Fábio Pacheco (5)

Fábio Abreu (7)

Filipe Pires (7)

Steven Vitória (6)

Filipe Soares (6)

Alex Soares (6)

Pedro Nuno (6)

Pedro Amador (6)

SUBS UTILIZADOS

Walterson (6)

David Tavares (5)

Matheus (5)

Lucas Silva (-)

 

ANÁLISE TÁTICA – BOAVISTA FC

Vasco Seabra iniciou o encontro com um 4-3-3. Bastante compacto com um meio campo composto pelo experiente Javi Garcia, Nuno Santos e também Paulinho. Na defesa, Rami e Chidozie seguraram as rédeas da parte central. O jovem Angel Gomes foi alvo de cada jogada de concretização por parte dos boavisteiros, em conjunto com Gustavo Sauer e Benguche.

 

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Léo Jardim (6)

Cannon (5)

Rami (6)

Chidozie Awaziem (6)

Javi Garcia (6)

Nuno Santos (6)

Gustavo Sauer (5)

Benguche (5)

Angel Gomes (8)

Mangas (6)

Paulinho (5)

 

SUBS UTILIZADOS

Show (5)

Nathan (-)

Reisinho (-)

 

 

BnR NA CONFERÊNCIA

Moreirense FC

O Bola na Rede não colocou questões ao técnico do Moreirense FC, Ricardo Soares.

Boavista FC

BnR – O Boavista ainda não venceu desde o começo do campeonato, apesar das boas exibições que tem demonstrado. Isso não cria algum estado de ansiedade na equipa?

Vasco Seabra – “É a realidade, não vou fugir disso. Hoje queríamos ter vencido. Nos dois jogos fora que tivemos, houve capacidade para disputar o jogo e para sermos vencedores no final. Mas nós sentimos que o nosso percurso vai ficar agarrado a pontos que vamos conquistar com regularidade. Eu tenho um grupo que tem muita vontade de vencer. A frustração no balneário, no final do jogo, foi enorme. De qualquer das formas, queremos ganhar o mais depressa possível, sentimos que o vamos fazer e de forma regular. Sentimos que somos uma equipa que se está a preparar para vencer o mais número de vezes possível.”

Artigo revisto por Mariana Plácido 

O conteúdo Moreirense FC 1-1 Boavista FC: Xeque-mate nulo aparece primeiro em Bola na Rede.

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top