bolanarede.pt

Mercado do Sporting CP | Um “Pote”-pourri de incompetência

Pedro Gonçalves aka “Pote” tornou-se no terceiro reforço do Sporting CP e depressa um grande alvoroço formou-se em torno desta notícia. Infelizmente, não estou muito entusiasmado com a vinda do médio de 22 anos, embora reconheça a sua qualidade. Duvido, sim, dos contornos deste negócio e preocupa-me muito o modus operandi de Frederico Varandas e a sua entourage no mercado de transferências.

Basta verificar a disparidade entre o discurso de Frederico Varandas carregado de soberba sobre a preparação da época passada e o que no plano da realidade veio a acontecer. Deixar que um clube como o SC Braga, que nem o dobro do orçamento do Sporting CP, o passe à frente é o reflexo de uma incompetência relapsa que agora já não deixa dúvidas.

O balanço negativíssimo da época passada que, sublinhe-se e bem, foi preparada única e exclusivamente pela actual Direcção, foi a confirmação da sua a total inabilidade no que diz respeito à sua actuação no mercado. Há razões muito sérias para os Sportinguistas preocuparem-se não apenas sobre o futuro imediato do Sporting CP, em concreto, no que diz respeito à próxima época que está prestes a iniciar-se, mas também sobre a estabilidade do Clube a longo prazo.

Pessoalmente tenho poucas expectativas sobre a construção do plantel leonino para fazer face aos desafios da época 2020/21. Na verdade, a preparação da nova época já começou inquinada e tudo leva a crer que o filme de terror da época passada terá uma Parte II.

Vejamos:

  • A Instituição Sporting CP continua a ser apelidada de caloteira, mas parece que o novo coronavírus serve de justificação para todos os alegados incumprimentos.
  • Os futuros prémios a receber pelo Sporting CP em competições da UEFA estão penhorados.
  • O Bétis exigiu garantias bancárias e cláusulas penais ao Sporting CP no negócio de Feddal, o que é bem revelador da actual falta de credibilidade do clube leonino em honrar as suas obrigações.
  • O Sporting CP não conseguiu ainda a renovação do contrato de Joelson.
  • O Sporting CP não consegue vender o seu jogador mais “valioso”, Marcos Acuña, adquirido pela anterior Direcção.
  • O Sporting CP não consegue colocação para os diversos jogadores que adquiriu através da actual Direcção sem incorrer em prejuízos e no pagamento de comissões avultadas a agentes ou intermediários.
  • Saem da estrutura do futebol leonino, Raul José, Miguel Quaresma e Beto, reputados por Frederico Varandas como “homens certos” para o futebol do Sporting CP.
  • No arranque dos treinos do plantel, deparamo-nos com jogadores a treinar à parte de um grupo principal o que leva a crer que se trata de jogadores para dispensar ou vender. Se os mesmos já estavam desvalorizados, esta falta de cuidado (ou o que quiserem chamar) é um convite para outros clubes os virem buscar a preço de saldo ou a custo zero.

O conteúdo Mercado do Sporting CP | Um “Pote”-pourri de incompetência aparece primeiro em Bola na Rede.

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top