bancada.pt

Lyon impõe corte de 85% dos salários da equipa principal

O Lyon é o mais recente clube francês de futebol a avançar com um processo de imposição de emprego parcial ao plantel, devido à pandemia de Covid-19, o que implica cortes para 85% do salário bruto dos jogadores.

Depois de Amiens, Montpellier e Nimes, todos a atuar na principal liga de futebol gaulesa (Ligue 1), que se encontra suspensa, agora, este mecanismo legal foi acionado pelo Lyon, que foi adversário do Benfica na fase de grupos da Liga dos Campeões, revelou o sindicato francês de futebolistas.

A medida proposta pelos clubes franceses não é inédita. Na passada quarta-feira, a proprietária do Hearts pediu aos jogadores para que aceitassem um corte de 50% nos seus salários para evitarem “um programa de despedimentos” no emblema escocês.

O Lyon, do guarda-redes português Anthony Lopes, ainda luta pelo apuramento para a próxima fase da prova ‘milionária’, mas, depois da vitória caseira dos gauleses sobre a Juventus, de Cristiano Ronaldo, na primeira mão dos oitavos de final da competição, a partida decisiva da eliminatória também foi adiada pela UEFA devido ao novo coronavírus.

Todos os clubes da Ligue 1 suspenderam os treinos para cumprir com as restrições impostas pelas autoridades em França para conter a transmissão de Covid-19.

De resto, um pouco por todo o mundo se encontram suspensas praticamente todas as competições desportivas, tal como acontece em Portugal.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 220 mil pessoas a nível mundial, das quais mais de 8.900 morreram.

Das pessoas infetadas, mais de 85.500 recuperaram da doença.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se já por 176 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, com a Itália, com 2.978 mortes em 35.713 casos, a Espanha, com 767 mortes (17.147 casos) e a França com 264 mortes (9.134 casos).

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 785, mais 143 do que na quarta-feira. O número de mortos no país subiu para três.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de hoje.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top