bancada.pt

Liverpool goleado em Birmingham na pior derrota de Klopp  

O Liverpool, atual campeão, sofreu hoje a pior derrota na ‘era’ Jurgen Klopp, ao ser goleado em Birmingham no campo do recém-promovido Aston Villa, por 7-2, na quarta jornada da Liga inglesa de futebol.

O internacional português Diogo Jota foi titular nos ‘reds’, no lugar do senegalês Sadio Mané, infetado com o novo coronavírus, naquela que foi a pior derrota desde que Klopp tomou conta da equipa inglesa em 2015/16. O técnico alemão já tinha perdido pela diferença de cinco golos, mas nunca sofreu sete.

A figura da partida foi Ollie Watkins, avançado inglês de 24 anos que está a viver a sua primeira temporada na Premier League, que assinou um ‘hat-trick’ durante a primeira parte, com remates certeiros aos quatro, 23 e 39 minutos.

O capitão dos ‘villans’, Jack Grealish contribuiu com dois golos para a derrocada estrondosa do Liverpool, aos 66 e 74 minuts, e fez a assistência para outros três da sua equipa.

McGinn, aos 35 minutos, também assinou o seu nome na lista dos marcadores, assim como Ross Barkley, aos 55. O internacional inglês estreou-se pelo Aston Villa depois de ter chegado durante a semana por empréstimo do Chelsea.

Do lado do Liverpool, de nada valeram os dois golos do egípcio Mohamed Salah, aos 33 e 60 minutos.

Com este resultado, o Liverpool, que sofreu o primeiro desaire da temporada, segue no quinto posto com nove pontos, enquanto o Aston Villa tem o mesmo número de pontos, embora tenha menos um jogo disputado, num inicio da temporada até agora totalmente vitorioso.

Esta goleada ocorreu no mesmo dia em que o Tottenham, de José Mourinho, impôs ao Manchester United uma das maiores derrotas da história do clube em Old Trafford e na Liga inglesa de futebol, ao golear por 6-1.

Frente a um dos seus antigos clubes, Mourinho viu pela primeira vez os ‘spurs’ marcarem seis golos na casa dos ‘red devils’, num dia para esquecer para a formação do norueguês Ole Gunnar Solskjær, que foi o sucessor do técnico português no comando do United no final de 2018.

Mais um golo e o Tottenham tinha igualado a pior derrota de sempre do Manchester United em Old Trafford, que aconteceu em 1927 perante o Newcastle (7-1). Foi apenas a quarta vez em toda a sua história que os ‘red devils’ sofreram seis ou mais em golos em casa.

Bruno Fernandes foi titular no Manchester United e logo aos dois minutos converteu com sucesso uma grande penalidade, que deu uma vantagem madrugadora à equipa da casa.

Contudo, ainda antes dos 10 minutos, o Tottenham deu a volta ao marcador, com golos do francês Ndombele, aos quatro, e do sul-coreano Son, aos sete, e tudo ficou mais fácil para a equipa de Mourinho aos 28, quando o também francês Martial viu o vermelho e deixou a equipa da casa com menos uma unidade.

Ainda antes do intervalo, Kane, aos 30 minutos, aumentou a diferença e Son, aos 37, bisou e começou a confirmar a goleada histórica.

Na segunda parte, sem Bruno Fernandes, que foi substituído e ficou no balneário, o Tottenham fez história, primeiro com Aurier a fazer o quinto golo, aos 51 minutos, e Kane a ‘imitar’ Son e também a bisar, aos 79, na marcação de uma grande penalidade.

Na classificação, o Tottenham segue no grupo dos sextos classificados, com sete pontos, enquanto o Manchester United tem apenas três pontos em três jogos e está no 16.º posto.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top