Visão de Mercado

Jota brilha na ausência de Ronaldo; Bernardo também marcou; Cancelo e William estiveram em destaque; Félix desperdiçou um golo cantado

Bom jogo da seleção nacional, com uma grande entrada (várias oportunidades nos minutos iniciais), ficando na retina a facilidade em colocar muitos jogadores na zona de finalização. O golo surgiu cedo e facilitou o trabalho, mas a Equipa das Quinas foi muito competente, apesar da Suécia ter criado perigo em vários momentos. Para isso muito contribuiu Diogo Jota, que fez estragos no contra-ataque com a sua velocidade, ataque à profundidade e capacidade de finalização. Em destaque estiveram também William Carvalho que emprestou a sua classe ao meio campo e fez vários passes fantásticos (foi decisivo no 1.º e no 3.º golo) e João Cancelo que esteve mais uma vez a alto nível pela seleção adicionando ainda uma assistência magistral. Bruno Fernandes e Bernardo também subiram de rendimento, Pepe voltou a ser um esteio defensivo e Patrício disse presente quando chamado. Pior estiveram Félix, que falhou muitos passes e ainda desperdiçou um golo cantado e Rúben Dias, que acabou batido num dos poucos lances de perigo da Suécia e ainda esteve pouco assertivo no passe.

Portugal consolidou a liderança no grupo 3 da Liga das Nações ao receber e bater a Suécia, por 3-0. Diogo Jota, que ocupou o lugar do ausente Ronaldo, foi a grande figura da partida com um bis e uma assistência. Quanto ao jogo, começou a grande ritmo com Jota a poder inaugurar o marcador nos minutos iniciais, mas o remate saiu ao lado. Pouco depois, William atirou ao poste e também Bruno Fernandes tentou a sua sorte de fora da área, enquanto do outro lado Lustig desperdiçava quando estava sozinho dentro da área. Portugal carregava e o 1-0 chegou mesmo, com Bernardo a concluir uma bela jogada entre Bruno Fernandes e Diogo Jota com uma finalização certeira à passagem do minuto 21. Ainda antes do intervalo, e já depois de Berg ter acertado no poste (bateu Rúben Dias), Diogo Jota aumentava a contagem após um passe magistral de João Cancelo. Na segunda parte, a Suécia, que tinha estado mais preocupada em fechar os caminhos para a sua baliza, arriscou mais e o jogo ficou mais partido e com mais espaço para transições e foi dessa forma que Portugal criou perigo. Primeiro Bruno Fernandes desmacou João Félix (o jovem avançado falhou isolado) e depois surgiu mesmo o 3-0, com Jota a bisar após uma jogada fantástica (o passe de William também foi muito bom).

XI Portugal: Rui Patrício; João Cancelo, Pepe, Rúben Dias, Guerreiro; Danilo, William Carvalho, Bruno Fernandes; Bernardo Silva, Diogo Jota, João Félix.
XI Suécia: Olsen; Lustig, Jansson, Lindelöf, Bengtsson; Ekdal, Kristoffer Olsson, Kulusevski, Claesson; Quaison, Berg.

O post Jota brilha na ausência de Ronaldo; Bernardo também marcou; Cancelo e William estiveram em destaque; Félix desperdiçou um golo cantado aparece primeiro no Visão de Mercado.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top