bancada.pt

“Jogadores souberam ser humildes ao contrário de outros que aqui chegaram”

Francisco Agatão, treinador do Fontinhas, elogiou os jogadores, pela vitória do Fontinhas diante do Mafra, em jogo da Taça de Portugal, e destacou o triunfo da humildade, fator decisivo para que a formação do Campeonato de Portugal batesse o pé ao líder da II Liga.

“Antes de mais, dar os parabéns pela excelente atitude, pela dedicação e pela entrega que o grupo de trabalho teve. Cumpriram à risca aquilo que nós estabelecemos como plano de jogo. Sabíamos que o Mafra era, de facto, o grande favorito. Não é por acaso que está na liderança da II Liga”, começou por dizer.

O técnico refere que a estratégia da equipa passou por dar “o domínio do jogo ao adversário”, mas destaca que a grande oportunidade da primeira parte foi da sua equipa.

“De facto, tiveram domínio acentuado do jogo, alguns cantos, mas em termos práticos, em termos de oportunidades para poderem materializar não houve nada de concreto e nada foi visto. Depois uma segunda parte onde tivemos de sofrer um pouco mais, fruto da acutilância ofensiva que o adversário meteu, uma ou outra situação de alguma aflição”, resumiu. 

No entanto, Agatão enviou um recado a “quem está no futebol profissional e entende que está acima de todos os outros”. 

“Fomos de alguma maneira premiados pelo empenho, pela atitude, pela dedicação, pela generosidade destes jogadores, que souberam ser humildes ao contrário de outros que aqui chegaram e quiseram impor regras, leis e coisas por demais. Hoje foi, sem dúvida nenhuma, a vitória da humildade. Esta crítica é para quem está no futebol profissional e entende que está acima de todos os outros. É para que entendam que o futebol é, de um modo geral e sobretudo na Taça, um jogo do povo. E nós demos essa resposta dentro de campo, com a nossa humildade, com o nosso crédito. Fomos felizes, obviamente, mas fizemos tudo por merecer essa felicidade”, disse.

Do outro lado, o técnico do Mafra, Filipe Cândido, referiu que esperava um jogo difícil: “Nós sabíamos da dificuldade do encontro. Desde a primeira hora, reconhecemos que ia ser um jogo extremamente difícil, no entanto, também nunca nos desviámos daquilo que era a nossa intenção, que era vencer o jogo. Foi isso que procurámos fazer desde a primeira hora”.

“Neste momento, temos de dar os parabéns ao vencedor, que acabou por ser feliz. Penso que daquilo que aconteceu dentro dos 90 minutos seríamos justos vencedores, mas o futebol é isto mesmo. Quando não estamos como nos tínhamos vindo a apresentar até ao último jogo, este tipo de situações pode acontecer. Acabámos por não conseguir concretizar algumas ocasiões que fomos tendo. O Fontinhas acabou por ir acreditando. Estávamos preparados para o perigo que podiam ser estas bolas longas na velocidade dos avançados do Fontinhas. Acabaram por ser felizes. Nós temos de continuar o nosso trabalho, levantar a cabeça e num próximo jogo procurar vencer”, resumiu.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top