bancada.pt

“Ia dar cabo do Diamantino, ia rasgá-lo todo, de alto a baixo”, diz Rodolfo Reis

“Rodolfo deveria ter memória. E a memória, em certas pessoas, apaga-se”. A frase, de Diamantino Miranda, surgiu em reação à ideia que Rodolfo Reis emitira dias antes, sobre o facto de o Benfica, e em particular Luís Filipe Vieira, estar envolvido em diversos processos judiciais.

O antigo futebolista do FC Porto esteve no epicentro de uma polémica, ao afirmar que tudo no Benfica lhe metia “nojo”. Mais tarde, Rodolfo Reis pediu desculpa:

“Resumi-me simplesmente aos processos. Entendo perfeitamente que os benfiquistas se possam sentir magoados. Mas nunca me passou pela cabeça que houvesse esta situação. E peço desculpa. Total. Ao Filipe Vieira não peço desculpa. Nem posso. Porque o que disse assumi e assumo. Isto do Benfica é grave demais sempre, com o mesmo homem à frente do Benfica. Longe de mim tratar mal o Benfica, o Benfica do Eusébio. Longe de mim”.

Diamantino Miranda valorizou menos o pedido de desculpa do que as palavras. E foi duro. “Toda a gente percebeu o que o Rodolfo quis dizer. Quando o Rodolfo diz ‘tudo no Benfica me mete nojo’, engloba sócios, engloba jogadores, treinadores, presidente, diretores”, realçou.

O antigo avançado do Benfica sugeriu que as palavras de Rodolfo Reis tinham sido escritas por alguém e lidas pelo antigo capitão do FC Porto.

“Esta coisa de, uma semana depois, por alguém lhe ter escrito num papel o que é que ele deveria dizer… Toda a gente percebe o que é que o Rodolfo queria dizer. O Rodolfo tem o direito de fazer os comentários que muito bem entender, mas deveria ter memória, também. E a memória, em certas pessoas, apaga-se. Não sei porquê”, concluiu, aludindo aos processos judiciais que envolveram Pinto da Costa e o FC Porto, no passado.

Rodolfo Reis não gostou do que ouviu. E ontem, na CMTV, respondeu a Diamantino, acusando-o de mentir.

“Eu ia falar aqui do nosso amigo Diamantino. Ia dar cabo do Diamantino, ia rasgá-lo todo, de alto a baixo, mas rasgá-lo mesmo. Mas nem vou. Passámos a falar de futebol e por isso não vou…”, começou por dizer.

A verdade é que Rodolfo acabou por prosseguir o raciocínio. “Ele foi muito infeliz em relação a algumas palavras que disse relativamente à minha pessoa. Mentiu em relação a mim”, garantiu.

Rodolfo Reis assume que erra, por ter “o coração perto da boca”, mas garante que não mente e tem “uma espinha completamente direita”.

“Digo muitas asneiras, se calhar tenho o coração perto da boca. Mas há uma coisa: quem me conhece, sabe que tenho a minha espinha completamente direita”, referiu ainda.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top