bancada.pt

Grasshopper é o novo “tentáculo” de Jorge Mendes, refere imprensa suíça

O Grasshopper, o clube mais titulado da Suíça, é o mais recente emblema a entrar na “galáxia” de Jorge Mendes, o ‘super agente’ da Gestifute.

De acordo com o artigo publicado pelo Le Matin, as recentes mudanças nos gafanhotos evidenciam que “há um tentáculo a crescer na Suíça” desde abril, altura em que o investidor chinês Jenny Wang se tornou no dono do clube de Zurique.

“Desde a mudança de proprietário, os órgãos sociais do clube tentam uma reaproximação com Jorge Mendes”, referiu o jornal suíço.

Nesse sentido, o Grasshopper entrou na “galáxia” de clubes na esfera de influência de Jorge Mendes, juntando-se a (entre outros) Atlético Madrid, Wolverhampton, Mónaco “e grande parte das equipas da liga portuguesa”.

O jornal suíço recuperou uma declaração do diretor geral do Grasshopper, Shqiprim Berisha, para justificar esse crescimento do “tentáculo”.

“Conseguimos convencer o nosso parceiro Jorge Mendes, agente de Cristiano Ronaldo, do potencial do clube”, afirmou Berisha, numa entrevista ao Bluewin.

De acordo com o Le Matin, a aposta na aproximação a Jorge Mendes visa recolocar os gafanhotos “na elite” do futebol suíço.

As movimentações do emblema de Zurique nesta janela de transferências são outro “bom indicador” dessa inclusão do clube na “galáxia” do ‘super agente’ da GestiFute.

“A escolha do treinador pode ser interpretada como um posicionamento estratégico”, fundamentou o jornal, referindo-se à escolha de João Carlos Pereira, técnico que “conhece bem o campeonato português” e que, na Suíça, já tinha orientado o Servette.

No plantel, o Le Matin destacou a chegada de Yang Ming-yang, que “terminou contrato com o Wolverhampton, o mesmo clube que emprestou o irlandês Connor Ronan e Azeri Renat Dadashov”.

O jornal suíço citou ainda o português A Bola, que dá conta de uma aproximação do Grasshopper a dois jogadores do Belenenses SAD, Nuno Pina e André Santos.

Garantindo que o clube “continua a defender” as ligações a Zurique, o Le Matin salientou que “falta saber” se a aproximação a um dos mais importantes agentes do futebol mundial, “que supostamente arrecadou 72,7 milhões de dólares [61,43 milhões de euros] em comissões apenas no verão de 2016, segundo a Forbes, terá retorno”.

Representante de Cristiano Ronaldo, entre muitas outras figuras da elite do futebol mundial, Jorge Mendes é apontado como um dos mais influentes agentes, surgindo pontualmente associado a alguns casos suspeitos.

Ainda no mês passado, a imprensa espanhola referiu que um antigo conselheiro do Valência apresentou queixa contra o ‘super agente’ a propósito dos negócios feitos com Peter Lim no Valência.

Nos Football Leaks, de Rui Pinto, Jorge Mendes é indiretamente visado em supostos casos de evasão fiscal (sobretudo em Espanha), através de alegados contratos paralelos de direitos de imagem de jogadores representados pela GestiFute.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top