bolanarede.pt

FC Barcelona 2-1 ElPozo Murcia FS: Vitória da eficácia

A CRÓNICA: CATALÃES VENCEM MURCIANOS E CONQUISTAM A EUROPA

O Palau Blaugrana – pavilhão substituto do originalmente indicado em Minsk, devido à pandemia de COVID-19 – recebeu a final da UEFA Futsal Champions League 100% espanhola que pôs frente a frente FC Barcelona e ElPozo Murcia FS. O jogo começou muito disputado e interessante com um ligeiro ascendente blaugrana que foi coroado com o primeiro golo da autoria de Ferrão, com um tiro de meia distância.

Após este primeiro tento, a formação murciana tentou chegar ao empate e teve algumas boas oportunidades para empatar o encontro, mas não conseguiu introduzir a “redondinha” na baliza adversária.

Completamente contra a corrente do jogo, eis que o FC Barcelona consegue o segundo tento, por intermédio de Aicardo. Podemos então utilizar uma expressão popular que se adequa perfeitamente ao que se passou na quadra nestes primeiros 20 minutos “quem não marca sofre”. Em duas ocasiões o Barcelona aproveitou na plenitude, ao passo que o ElPozo não aproveitou nenhuma das que dispôs, também por mérito do guardião do Barcelona Didac, sempre eficaz quando chamado a intervir.

Esta primeira parte foi decidida graças a um pequeno (grande) detalhe: a eficácia e o aproveitamento das ocasiões de perigo junto da baliza adversária. Enquanto que no lado do Barcelona esse foi total, do lado do Murcia foi nulo. Assim chegamos ao intervalo com um 2-0 favorável à equipa da casa, nada justo em relação à qualidade de jogo praticado, mas o desporto é mesmo assim.

tweet

Algo teria de mudar na equipa murciana para alimentar o sonho de ser campeã europeia neste ano, algo que seria inédito na história do clube. O Barcelona, por sua vez, procurava o terceiro título, após os sucessos de 2012 e 2014.

A segunda metade começou na mesma toada que a primeira: o ElPozo Murcia a insistir no ataque continuado e o FC Barcelona a procurar um erro defensivo que pudesse originar um contra-ataque rápido. A cerca de 15 minutos do fim, um erro grave da defesa do FC Barcelona foi superiormente aproveitado por Leo Santana, que a abrir um cofre até então inviolável. O brasileiro colocava o ElPozo completamente dentro da discussão desta final.

Nos últimos minutos, a pressão do ElPozo era ainda mais intensa, procurando o tão ansiado golo que empatasse o jogo. Como esperado, os últimos quatro minutos contaram com o guarda-redes avançado dos murcianos, responsabilidade que coube ao número 14, Fernando Aguilera. Até ao fim do encontro, as oportunidades foram sendo acumuladas, mas nunca conseguiram desfeitear o guarda-redes Dídac.

Grande festejo no fim do encontro, pois os blaugrana eram campeões europeus pela terceira vez, frente a um ElPozo que tentou de tudo, mas não conseguiu chegar ao empate. Num encontro em que a vitória do FC Barcelona não se adequa ao que as equipas produziram em campo, mas marcou mais golos do que o seu adversário. Portanto, cumpriu o desígnio básico do desporto para poder almejar a conquista do troféu continental, sucedendo ao campeão europeu em 2019, o Sporting CP.

A FIGURA

Dídac Plana – Grande exibição do guardião espanhol, a defender quase tudo e a manter a sua equipa na liderança do jogo durante os momentos mais complicados. Grande parte da conquista se deve ao guardião Dídac.

O FORA DE JOGO

Falta de eficácia do ElPozo Murcia FS – Pode parecer repetitivo mas é verdade, a equipa Murciana criou muito mas não conseguiu transformar em golos o ascendente que  teve em termos exibicionais.

 

ANÁLISE TÁTICA – FC BARCELONA

Andreu Plaza montou uma equipa segura defensivamente e a apostar em transições rápidas e no contra-ataque, jogando no erro do adversário. É certo que teve a sorte do jogo e contou com uma exibição majestosa de Didac, mas também teve mérito na conquista, obviamente.

5 INICIAL E PONTUAÇÕES

Dídac Plana (9)

Jesús Aicardo (8)

Dyego (7)

Marcênio (7)

Ferrão (8)

SUBS UTILIZADOS

Matheus Silva (6)

Daniel (6)

Adolfo Fernández (6)

Esquerdinha (6)

Sergio Lozano (6)

Joselito (6)

Bernat Povill (6)

Ximbinha (6)

 

ANÁLISE TÁTICA – ELPOZO MURCIA FS

Diego Giustozzi montou uma equipa disposta a assumir as despesas do encontro. O treinador que foi campeão do mundo em 2016 ao serviço da Argentina apostou no ataque continuado e constante, mas a sua equipa não teve audácia na hora de finalizar e foi penalizada por isso.

5 INICIAL E PONTUAÇÕES

Carlos Espindola (7)

Léo Santana (8)

Matteus (7)

Marcel Marques (7)

Felipe Paradvnski (7)

SUBS UTILIZADOS

Marc Tolrà (6)

Dario Gil (6)

Alberto Garcia (6)

Pol Pacheco (6)

Miguelin (6)

Fernando Aguilera (6)

Rafa Santos (6)

Cholo Salas (6)

O conteúdo FC Barcelona 2-1 ElPozo Murcia FS: Vitória da eficácia aparece primeiro em Bola na Rede.

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top