bancada.pt

Desportivo das Aves quer pagar salários antes do prazo definido pela Liga

A SAD do Desportivo das Aves pretende regularizar os salários do plantel até ao final da semana, antes do prazo imposto pela Liga, disse hoje à agência Lusa fonte do último classificado da I Liga de futebol.

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) informou hoje ter notificado seis SAD, duas de clubes da I Liga e quatro da II Liga, para demonstrarem o cumprimento salarial dos últimos três meses no prazo de 15 dias, depois de detetar dívidas no terceiro controlo financeiro anual das competições profissionais, que ficou concluído na segunda-feira.

Desse lote faz parte o Desportivo das Aves, 18.º e último classificado da I Liga, com 13 pontos, a nove da ‘linha de água’, cuja administração liderada pelo chinês Wei Zhao falhou o pagamento dos meses de janeiro e fevereiro à maioria do plantel principal e à equipa de sub-23, quinta colocada da fase de apuramento do campeão da Liga Revelação.

Os jogadores recusaram-se treinar e suspenderam os treinos na quinta-feira, perante uma situação gerada no mês passado, quando o líder da sociedade anónima avense justificou a demora no pagamento das verbas de dezembro com a paralisação dos serviços na China desde o início do ano, motivada pela pandemia de Covid-19.

Os atrasos referentes ao último mês de 2019 foram liquidados em 14 de fevereiro, mas a situação nunca mais teve continuidade, podendo significar a perda de dois a cinco pontos, de acordo com o Regulamento Disciplinar da LPFP, caso a SAD do Desportivo das Aves não regularize a situação.

A situação tem sido acompanhada pelo Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF), que reuniu por videoconferência com os atletas das equipas principal e de sub-23 na sexta-feira e ouviu “situações verdadeiramente dramáticas”, levando a entidade presidida por Joaquim Evangelista a ativar o fundo de garantia salarial.

À semelhança de outros clubes, os pupilos de Nuno Manta Santos mantêm-se em casa, com planos de treino individuais, numa altura em que a I Liga está suspensa por tempo indeterminado, devido à propagação do novo coronavírus, responsável pela doença de Covid-19, que infetou mais de 200 mil pessoas pelo mundo.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por 170 países e territórios, resultando em mais de 8.200 mortos, dois dos quais em Portugal, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top