bancada.pt

Cristiano Ronaldo “triste” pela falta de público após “dois golaços” históricos

Cristiano Ronaldo bateu esta noite a marca de 100 golos pela seleção nacional (101, já) e assumiu que, “de forma natural”, procura superar o recorde de Ali Daei, com 109 golos pelo Irão.

“Dois golaços, estou muito feliz. Dois importantes golos, consegui essa marca que queria [passar os 100 golos]. É ir passo a passo, [marca dos 109] não é obsessão, os recordes aparecem de maneira natural”, comentou o craque, na entrevista rápida à RTP3.

A marca histórica dos 100 golos foi batida depois do capitão ter falhado o jogo com a Croácia, com muitos a considerarem que Portugal joga melhor sem… o melhor goleador.

“Não acompanhei as notícias, é uma opinião. Sabia que deixei marca neste estádio da última vez que joguei aqui, sabia que se jogasse hoje ia deixar marca outra vez. Não ligo a provocações, quando tenho que provar algo mostro dentro de campo”, reagiu.

A alegria de chegar aos três digitos nos golos por Portugal ficou ensombrada pela falta de público, devido à pandemia de covid-19.

“É triste. Quando jogo fora, gosto de ser assobiado, dá-me pica, mas a saúde está em primeiro lugar. É como ir ao circo e não haver palhaços, ir ao jardim e não haver flores. Já estou acostumado, preparo-me sabendo que o estádio vai estar vazio, mas é triste. Espero que daqui a alguns meses possa haver pessoas no estádio, são a nossa alegria”, comentou.

“Queremos continuar o caminho que temos feito. Sinto-me contente por jogar neste lote de jogadores. Para o míster não há palavras, já me conhece há muitos anos. Agora é desfrutar do momento, tanto individual como coletivo”, finalizou.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top