bancada.pt

Cova da Piedade justifica atraso à Liga com constrangimento administrativo

Cova da Piedade justificou hoje o atraso na demonstração de cumprimento salarial dos últimos três meses, perante a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), com um constrangimento “administrativo e de logística”.

Fonte oficial do clube da II Liga explicou à Lusa que o atraso prendeu-se com a “situação que infelizmente estamos a viver” com a pandemia de Covid-19, indo de encontro ao próprio comunicado da LPFP, que indica que vários clubes o justificaram com a “dificuldade de obtenção de toda a documentação necessária”.

Além do Cova da Piedade, também as SAD de Boavista, Desportivo das Aves (ambos da I Liga), Vilafranquense, Académica e Leixões (II Liga) foram notificadas para fazer num prazo de 15 dias a demonstração do cumprimento salarial imposto pelo Regulamento de Competições da Liga.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou mais de 200 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 8.200 morreram. Das pessoas infetadas, mais de 82.500 recuperaram da doença.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 642, mais 194 do que no dia anterior, e deu conta da segunda morte no país em consequência da pandemia.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top