bancada.pt

City empata com Leeds na estreia de Rúben Dias

O Manchester City voltou a ‘tropeçar’ na Liga inglesa de futebol, desta vez ao empatar 1-1 no campo do recém-promovido Leeds, na quarta jornada, no encontro que marcou a estreia de Rúben Dias nos ‘citizens’.

Transferido durante a semana do Benfica para a formação de Manchester, o central internacional português foi titular e esteve o tempo inteiro em campo, enquanto o seu compatriota Bernardo Silva foi lançado pelo técnico Pep Guardiola na segunda parte, aos 65 minutos.

Depois do surpreendente desaire caseiro (5-2) com o Leicester na última ronda, o Manchester City voltou a deixar fugir pontos na Premier League, desta vez com o guarda-redes Ederson a ficar mal na ‘fotografia’, num lance entre dois antigos jogadores do Benfica.

Já depois de Sterling ter dado vantagem aos Manchester City, aos 17 minutos, o guardião brasileiro deixou fugir a bola na marcação num canto e Rodrigo refez a igualdade na partida (e o resultado final), aos 59.

Destaque ainda para outro internacional português, Hélder Costa, que foi titular no Leeds.

Com este resultado, o Manchester City segue para já num atípico 10.º lugar, com apenas quatro pontos, mas pode cair ainda mais na classificação com o decorrer da jornada. Por seu lado, os ‘peacocks’ são provisoriamente quintos, com sete.

Antes, o Everton somou a quarta vitória consecutiva no arranque da Liga inglesa de futebol, algo que não acontecia há 50 anos, depois de receber e bater o Brighton, por 4-2, com um ‘bis’ do colombiano James Rodriguez.

Em Goodison Park, num encontro em que não contou com o internacional português André Gomes, devido a lesão, o Everton manteve o início totalmente vitorioso na Premier League, somando o quarto triunfo, registo que aconteceu pela última vez em 1969/70, época em que os ‘toffees’ conquistaram o título inglês.

Contabilizando todas as competições, a formação do italiano Carlo Ancelotti leva sete triunfo seguidos desde o início da época, marca que não atingia há mais de um século, desde 1894/95.

James Rodriguez, antigo jogador do FC Porto, foi determinante na vitória do Everton, com golos aos 52 e 70 minutos, e assistiu o seu compatriota Mina aos 45+2, num encontro em que Calvert-Lewin voltou a marcar (abriu a contagem aos 16), somando agora seis golos na Premier League, nove em todas as competições.

Do lado do Brighton, que somou o terceiro desaire em quatro jornadas, o francês Maupay aproveitou um erro grosseiro do guarda-redes internacional inglês Pickford aos 41 minutos, refazendo na altura o empate na partida, e o maliano Bissouma reduziu a diferença já nos descontos, aos 90+2, com excelente remate de fora da área.

O Everton segue provisoriamente isolado na liderança da Liga inglesa, com 12 pontos, mas pode ainda ser alcançado por Liverpool, Leicester e Aston Villa.

No arranque da quarta jornada, o Chelsea somou o segundo triunfo na prova, com uma goleada caseira sobre o ‘vizinho’ Crystal Palace, por 4-0, com dois golos do internacional italiano Jorginho, ambos de grande penalidade, aos 78 e 82 minutos.

Em Stamford Bridge, depois de uma primeira parte sem golos, o lateral Chilwell abriu o marcador aos 50 minutos e assistiu o central francês Zouma, aos 66.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top