bolanarede.pt

CD Tondela 0-4 SC Braga: “Chapa quatro” assegura primeira vitória bracarense

A CRÓNICA – NÃO HÁ FOME QUE NÃO DÊ EM FARTURA E QUE O DIGA O CD TONDELA

A noite fria de Tondela foi palco do encontro entre a equipa da casa e o SC Braga, num jogo ao qual as duas formações chegavam sem terem ainda provado o sabor da vitória na atual edição da Liga Portuguesa.
O primeiro momento de perigo surgiu pouco depois da marca dos dez minutos, para a formação bracarense. Na sequência de um bom trabalho de Paulinho, Galeno cruzou para a entrada da área, onde Iuri Medeiros apareceu e finalizou, mas sem sucesso. Todavia, a oportunidade seguinte já teve a conclusão desejada. Na sequência de um pontapé de canto, Bruno Viana apareceu isolado ao segundo poste e, após um desvio inicial, encostou perto da linha de golo. Estava inaugurado o marcador a favor do Braga.
O domínio dos bracarenses era evidente e aproveitaram-no para aumentar a vantagem. Uma bela entrada de Galeno pelo corredor direito só terminou quando o brasileiro fletiu para o meio e finalizou, batendo Niasse. O ímpeto do Braga não parou por aqui e fizeram de pronto o terceiro, desta vez com Galeno a assistir e Ricardo Horta a finalizar no centro da área. Três golos sem resposta antes da meia hora!
O jogo passou por uma fase mais adormecida, mas a três minutos do intervalo Paulinho testou a atenção de Niasse, com o guardião senegalês a defender para canto. Ora, na sequência desse canto, Galeno voltou a fazer mexer o placar: uma vez mais, um jogador bracarense apareceu isolado ao segundo poste e só teve de cabecear para levar os homens de Carlos Carvalhal para o intervalo com uma vantagem de quatro golos sem resposta.
Na segunda parte, o CD Tondela apareceu por algumas vezes (e com perigo) junto da área do Braga. A oportunidade de maior evidência surgiu ao minuto 70, quando Souley (entrado minutos antes) cortou da direita para o meio e rematou de pé esquerdo, rente ao poste da baliza de Matheus. A resposta do Braga foi perentória e surgiu por Francisco Moura, primeiro, e André Horta, depois, mas nenhuma das oportunidades foi finalizada com sucesso.
Já depois do minuto 90, Matheus cometeu penálti sobre Souley. Contudo, redimiu-se ao defender a conversão de Salvador Agra. O resultado ficou fixado em 0-4, valendo ao Braga a grande primeira parte que protagonizou. Do lado do Tondela, há muito a melhorar para o longo campeonato que ainda tem pela frente.

 

A FIGURA

Wenderson Galeno – Que exibição do extremo brasileiro! Com dois golos apontados e ainda uma assistência feita, foi o materializador de que o Braga vinha precisando nos dois primeiros jogos do campeonato. Sempre encostado à ala esquerda, mostrou-se muito ao jogo e não deu um segundo de descanso a Bebeto, que não foi capaz de lidar com o brasileiro.

 

O FORA DE JOGO

Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Primeira parte do CD Tondela – Em duas palavras: um desastre. Depois de uma entrada muito fraca, a resposta a cada golo adversário não surgiu e, com o avolumar do resultado, ficou impossível reentrar na discussão do jogo. Com um ponto em três jogos, Pako Ayestaran tem muito em que trabalhar para levar a formação beirã a “bom porto”.

 

ANÁLISE TÁTICA – CD TONDELA

Dispostos em 4-3-3, os tondelenses demonstraram grandes debilidades durante todo o encontro. A defender, nunca conseguiram travar o veloz e tecnicista ataque adversário; a atacar, não foram capazes de incomodar a linha recuada do Braga. Uma exibição muito pobre da equipa beirã.

 

11 INICIAL E PONTUAÇÕES
Babacar Niasse (4)
Bebeto (3)
Yohan Tavares (4)
Ricardo Alves (4)
Filipe Ferreira (4)
Jaume Grau (5)
Pedro Augusto (4)
João Pedro (5)
Jhon Murillo (4)
Salvador Agra (4)
Tomislav Strkalj (4)

SUBS UTILIZADOS
Enzo Martinez (4)
Mohamed Khacef (5)
Rafael Barbosa (5)
Souley (5)

 

ANÁLISE TÁTICA – SC BRAGA

Organizados num aparente 4-2-3-1 (a defender), a equipa desdobrava-se em 3-4-3 no momento ofensivo. Estas mudanças e trocas de posições constantes baralharam a defesa caseira e deram frutos durante todo o encontro, com especial relevo durante a primeira parte.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES
Matheus (7)
Ricardo Esgaio (7)
Bruno Viana (7)
David Carmo (7)
Nuno Sequeira (7)
Fransérgio (7)
André Castro (7)
Wenderson Galeno (9)
Ricardo Horta (8)
Iuri Medeiros (6)
Paulinho (7)

SUBS UTILIZADOS
André Horta (6)
João Novais (6)
Francisco Moura (6)
Abel Ruiz (-)
Rodrigo Gomes (-)

 

BnR NA CONFERÊNCIA

SC Braga

BnR – O Galeno foi hoje titular e fez uma exibição incrível. Será ele opção mais regular daqui para a frente?

Carlos Carvalhal – Isso veremos no futuro. O Galeno começou muito mais tarde a época, jogou pouco com o FC Porto pouco tempo e no último jogo já entrou 45 minutos. Há outras situações idênticas, como o Horta, o Paulinho e o Schettine, que passaram todos por problemas físicos, mas vamos precisar da equipa toda a cem por cento, sobretudo quando começarem os jogos da Liga Europa.

CD Tondela

BnR – Depois de dois jogos com resultados equilibrados, o Tondela cai hoje com estrondo. O que tem de mudar para que a época seja mais tranquila do que a última?

Pako Ayestaran – Nos dois jogos anteriores demos uma boa imagem, fomos competitivos. Hoje tivemos pela frente uma grande equipa, que posiciona muitos jogadores por dentro e foi por aí que se superiorizaram. Na segunda parte mudamos o sistema e colocamos também jogadores por dentro, como o Rafael Barbosa, e aí já fomos mais capazes de controlar o Braga.

 

 

O conteúdo CD Tondela 0-4 SC Braga: “Chapa quatro” assegura primeira vitória bracarense aparece primeiro em Bola na Rede.

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top