bancada.pt

Bruno de Carvalho fala em “juízes em conluio que subvertem justiça” no caso Lex

Bruno de Carvalho relacionou um comentário de José Gomes Ferreira, sobre um alegado “controlo da Polícia Judiciária”, com o envolvimento de António Costa na comissão de honra da recandidatura de Luís Filipe Vieira à presidência do Benfica e a constituição de Vieira como arguido na Operação Lex.

Na origem do comentário de Bruno de Carvalho, que tem criticado a justiça portuguesa desde que foi constituído arguido no processo do ataque à Academia de Alcochete – e que foi absolvido de todos os crimes de que estava acusado –, está a denúncia feita esta manhã por José Gomes Ferreira, comentador da SIC Notícias.

Na Opinião Pública, José Gomes Ferreira afirmou que, no âmbito de um “controlo das instituições”, estão “a substituir diretores” da Polícia Judiciária (PJ) “por pessoas que vêm do Ministério da Justiça”.

No entender do comentador, tal serve para colocar a PJ sob “controlo” de António Costa, o superior hierárquico de Francisca Van Dunen, a ministra da Justiça.

Dando seguimento à ideia, Bruno de Carvalho lembrou que António Costa integrou a comissão de honra de Luís Filipe Vieira (que retirou o primeiro-ministro após a polémica), o qual foi constituído arguido na Operação Lex.

Todas estas associações foram resumidas por Bruno de Carvalho num só comentário, publicado no Twitter.

“Comissões de Honra? Isso é do foro pessoal! Magistrados do MP escolhidos a dedo para deduzir acusações contra cidadãos ‘incómodos’? Isso é mania da perseguição! Juízes em conluio que subvertem a justiça como o processo Lex? Isso é cabala! Quando vos tocar a vocês…”, escreveu o ex-presidente do Sporting.

Com este comentário, Bruno de Carvalho implicou também Rui Rangel, o ex-juiz constituído arguido na Operação Lex devido à alegada troca de favores com Luís Filipe Vieira.

Já José Gomes Ferreira, ao intervir na Opinião Pública desta manhã, na SIC Notícias, tinha afirmado que “as instituições estão a ser dominadas”, dando então o exemplo da Polícia Judiciária.

“O controlo das instituições está a ser feito de tal maneira que na Polícia Judiciária – que fique aqui bem claro – estão a substituir diretores por pessoas que vêm do Ministério da Justiça”, afirmou o comentador da SIC Notícias.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top