bolanarede.pt

Antevisão GP Estíria: Pol na Pole

A ANTEVISÃO: A COMPETITIVADE É ENORME

Em 2020, o MotoGP tem-nos dado alegrias com Miguel Oliveira a conseguir levar a sua KTM a disputar os dez primeiros da categoria rainha da velocidade. Para além de Miguel Oliveira, a competitividade parece estar ainda maior. Não sei se é da ausência do dominador Marc Márquez, mas que o campeonato está interessante, isso é verdade.

Em 2020, a KTM, a Aprillia, e, nesta última ronda da Áustria, vimos uma evolução na Suzuki. Em sentido inverso, as Ducati, principalmente as da equipa oficial, parecem um pouco desnorteadas e a Honda perdeu quem conseguiu resultados consistentes com a RC213V, Marc Márquez.

Já a Yamaha ainda precisa de trabalhar no seu motor. No Grande Prémio da Áustria da semana passada, a Yamaha descobriu que o problema estava nas válvulas, sendo que, para tal se resolver, ter-se-ia que quebrar o selo FIM que cada motor tem no início da temporada. Mas, esta semana, a Yamaha não conseguiu apresentar os factos necessários à Associação dos Fabricantes do MotoGP, com Lin Jarvis, chefe de equipa da Yamaha, a dizer que “arranjaram outra solução para o problema das válvulas”. Com esta solução, vamos ver como se apresentam as M1 de 2020.

O GP da Estíria é a corrida 900 do MotoGP. Rossi não deve estar a lutar pela vitória. Mas com os problemas de motor ‘quase’ resolvidos, pode o Doctor chegar-se mais à frente?
Fonte: Monster Energy Yamaha MotoGP

Ora bem, voltamos ao Red Bull Ring e ao Grande Prémio da Estíria. Em quatro sessões de treinos livres, quatro motores diferentes. Jack Miller na Ducati da Pramac foi o mais rápido no TL1, com Pol Espargaró na KTM o mais rápido no TL2. O TL3 foi para Joan Mir e a Suzuki, enquanto que no TL4 Takaaki Nakagami foi o mais rápido na Honda.

Para a qualificação, mais uma vez, Miguel Oliveira conseguiu entrar diretamente no Q2. Mais uma boa prova de que a KTM se adapta muito bem ao circuito ‘caseiro’. No Q1, Danilo Petrucci e o lesionado Johann Zarco passaram à Q2.

Mais uma vez, tenho de dizer, a competitividade nesta temporada de 2020 está ao rubro. Zarco é um grande exemplo, em Espanha terminou na 11.º e 9.º posição e na República Checa começou a mostrar-se com um pódio. Na Áustria, a Desmodici GP19, com o chassis parecido ao de Lorenzo, só mostra as qualidades do francês, que tem um estilo de pilotagem muito parecido ao do espanhol.

Assim sendo, Zarco qualificou-se com o terceiro tempo mais rápido. Infelizmente não vai capitalizar da primeira fila, pois, com o acidente da semana passada, os comissários deram-lhe uma penalização que o faz partir do pitlane.

Ora bem, esta penalização de Zarco coloca Mir na linha da frente, ele que esteve no seu primeiro pódio no MotoGP a semana passada com a Suzuki.

Mas mais impressionante foram os dois pilotos à frente na qualificação. Pol Esparagaró conquistou a sua primeira pole position no MotoGP. O piloto da KTM já tinha ‘prometido’ na semana passada, e esta semana cumpriu.

O mais impressionante foi o japonês Nakagami. O piloto da LCR Honda levou o modelo de 2019 até à segunda posição, apenas não fazendo o melhor tempo por ter excedido os limites na sua última volta rápida. Uma primeira linha que promete. Miguel Oliveira fez o oitavo melhor tempo e, com a penalização de Zarco, sobe à sétima posição.

Uma partida do início da terceira fila da grelha pode ser o impulso para chegar ao pódio…

O conteúdo Antevisão GP Estíria: Pol na Pole aparece primeiro em Bola na Rede.

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top