bancada.pt

“A arrogância tem um preço” e sócios deram um “cartão laranja-tinto” a Varandas

Rita Garcia Pereira, que integrou a comissão de fiscalização no Sporting, entende que o chumbo do orçamento por parte dos associados representa um “cartão laranja-tinto” à direção de Frederico Varandas.

“Independentemente da falta de consequências jurídicas, já que os Estatutos são omissos a este título,  parece óbvio que a Direcção não pode deixar de encarar o que aconteceu como um cartão laranja-tinto”, assinala Rita Garcia Pereira, em artigo de opinião no portal Leonino.

A antiga dirigente lamenta que o orçamento tenha sido levado a votação sem discussão prévia entre os associados e realça que isso é fundamental mesmo admitindo que “a maior parte das intervenções radica em meros exercícios de vaidade pessoal”.

Rita Garcia Pereira entende ainda que se o Sporting defende o regresso dos adeptos aos estádios poderia tentar uma Assembleia com a presença dos associados.

“A covid-19 permite muitas desculpas mas, se defendemos os sócios de volta ao estádio, não podemos ignorar que a dita discussão podia ser feita ali mesmo, ao ar livre.”

Para Frederico Varandas sobram ainda críticas da antiga dirigente do Sporting, lamentando que este se sinta estar “acima de todos e não percebendo que não se podem abrir as guerras todas ao mesmo tempo, principalmente com aqueles que estão dentro de casa”.

Rita Garcia Pereira sublinha ainda, no artigo no Leonino, que “o sportinguista normal” sabe que “a arrogância tem um preço”.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Desporto ao Minuto é um portal de notícias de desporto, que organiza as últimas notícias e posts das redes sociais dos clubes em Portugal e, em breve, de todo o mundo!

Desporto ao Minuto 2019, Notícias de Desporto de Última Hora

To Top